MASSAGEM CAPILAR

Manter o seu cabelo com um aspecto sedoso, brilhante e com uma aparência saudável, pode demandar muito tempo. Contudo, se você aprender a utilizar os produtos mais adequados, a sua rotina capilar vai se tornar muito fácil do que você pensa.

Assim, alguns truques fazem toda a diferença no momento de higienizar os fios e concluir a hidratação semanal. Mas, para isso, é necessário, primeiro, escolher os cosméticos certos e garantir que eles, realmente, geram os benefícios que prometem para os seus cabelos.

Outros pontos interessantes e que também precisam ser considerados na hora de cuidar das suas madeixas é seguir as instruções de aplicação adequadamente, respeitar o intervalo de uso e finalizar com um protetor térmico antes de utilizar difusores, chapinhas ou escovas.

Além disso, se você quer anotar uma dica de ouro para cuidar dos seus fios, precisa conhecer os benefícios da massagem capilar. A potencialização no crescimento dos fios, por exemplo, é só um deles. Saiba, a seguir, como essa técnica surgiu, suas formas de uso e as vantagens que ela gera para a saúde dos fios.

Como a massagem capilar surgiu?

As massagens capilares se tornaram muito populares entre as blogueiras e os profissionais da área de estética nos últimos anos. A quantidade de vídeos de ASMR publicados e o feedback positivo do público podem provar isso. Entretanto, ao contrário do que você pode pensar, essa técnica para cuidar do couro cabeludo é milenar.

Para se ter uma ideia, é possível encontrar registros que apontam o uso da massagem capilar para o alívio de dores entre os povos mais antigos, como os hindus, egípcios, romanos e gregos há mais de 300 anos a.C.

Como a massagem capilar funciona?

O couro cabeludo é uma área vascularizada. Por essa razão, massagear essa parte da cabeça suavemente estimula a circulação sanguínea e promove inúmeros benefícios para a saúde dos folículos capilares.

Para a compreensão dessa técnica, definimos a massagem como a fricção sobre a pele, seja com as mãos ou uso de aparelhos. As formas de estimular cada área do corpo dependem das técnicas e métodos utilizados, além do fim que se pretende atingir.

Dessa maneira, a massagem pode ser empregada para fins terapêuticos, relaxantes, estéticos ou desportivos.

Já quando se trata do couro cabeludo, a massagem pretende estimular o crescimento dos cabelos, a revitalização dos fios e o relaxamento da cabeça.

O que torna esse método tão poderoso é a combinação entre o atributo estético e o relaxamento, pois a fricção aplicada delicadamente consegue chegar até o hipotálamo e impulsiona o cérebro a produzir endorfinas que reduzem o cortisol, um dos responsáveis pelo estresse.

Quais são os benefícios da massagem capilar?

O crânio humano é composto por sete camadas. Entre cada uma delas, existem substâncias que têm como função proteger e lubrificar os tecidos. Assim, quando pensamos nos benefícios da massagem capilar, não podemos deixar de citar o efeito condicionador no couro cabeludo.

Essa prática também desempenha um importante papel na proteção dos cabelos, pois os shampoos podem ser agressivos e colaborar para o descontrole sebáceo, gerando caspas e ressecamento.

Por isso, tirar toda a tensão das áreas da cabeça e do pescoço, que é um dos resultados da prática, promove a circulação sanguínea e o crescimento mais acelerado dos fios.

Além disso, favorece a flexibilidade e o fortalecimento do bulbo capilar devido à nutrição mais facilitada. Isso acontece porque o transporte de nutrientes e a oxigenação do couro cabeludo se intensificam durante a estimulação.

Por fim, outro benefício indireto da massagem capilar e a proteção contra os efeitos nocivos da exposição solar e da mudança de estações. Logo, se você pretende fazer uso dessa técnica, pode esperar mais resiliência e rejuvenescimento dos seus fios.

Como fazer a massagem capilar?

As etapas da massagem capilar não são difíceis e podem ser realizadas em sua casa, desde que você tome alguns cuidados e siga as orientações listadas logo abaixo.

1 – Use as pontas dos dedos

Para começar, use as pontas dos dedos e pressione suavemente toda a extensão do seu couro cabeludo. Use as suas mãos.

Os movimentos devem ser circulares e equilibrar vigor e suavidade.

2Aproveite a sensação relaxante

Ao iniciar a massagem, você perceberá que o seu nível de estresse vai baixar gradualmente.

A produção de endorfina vai fazer efeito dentro de alguns minutos e, então, você experimentará uma sensação de bem-estar e relaxamento.

3 Não tenha pressa

É importante ressaltar que a massagem capilar não deve ser feita com pressa.

Se a técnica foi feita de forma acelerada, você comprometerá os benefícios relaxantes, além de existir o risco de agredir o couro cabeludo.

Assim, separe, no mínimo, 15 minutos do seu dia para se dedicar a esse momento.

4Saiba aproveitar os benefícios

Após a massagem, você poderá se sentir extremamente relaxada e, assim, ter mais facilidade para adormecer de uma forma revigorante ou se sentir mais energética para encarar as suas obrigações.

As sensações de bem-estar variam de pessoa para pessoa, mas, seja qual for o seu caso, aprenda a tirar proveito da massagem capilar para diminuir o estresse do seu dia a dia e aliviar e prevenir as dores de cabeça.

5 Não use produtos cosméticos

Os produtos cosméticos têm químicos que podem agredir os seus fios. Por isso, originalmente, a massagem capilar é realizada sozinha ou com a ajuda de óleos vegetais.

6 Inclua a técnica no seu cronograma capilar

Como você viu, esse método estimula a absorção de nutrientes. Desse modo, uma dica é fazer a massagem antes de hidratar os fios para potencializar os resultados.

Ademais, se você está fazendo algum tipo de tratamento e faz uso de shampoos contra queda, por exemplo, também pode tirar proveito dessa complementação.

7 Use óleos vegetais

Combinar a massagem capilar com os óleos vegetais vai dobrar o número de benefícios gerados para o seu couro cabeludo e seus fios. Podemos citar o de semente de uva, abacate, macadâmia e coco. Cada um com propriedades específicas.

Essas substâncias são fungicidas, bactericida e hidrantes, além de criar uma camada protetora de nutrientes. O manto hidro lipídico também é beneficiado, já que os óleos regularizam as glândulas sebáceas com as suas vitaminas.

Por fim, um dos benefícios mais significativos recai sobre a melhoria do metabolismo capilar, que mantém todos os ciclos biológicos capilares equilibrados de uma forma saudável e benéfica.

Você pode gostar

DEIXE UM COMENTÁRIO